fbpx

Arábia Saudita proíbe importação de cinco frigoríficos do Brasil

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Os cinco frigoríficos estão localizados em Minas Gerais, onde um dos casos foi confirmado; segundo caso foi detectado em Mato Grosso.

A Arábia Saudita suspendeu as importações de carne bovina de cinco frigoríficos brasileiros depois que o país sul-americano detectou dois casos atípicos de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), doença conhecida como o ‘mal da vaca louca’.

Em nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informa que a suspensão foi anunciada pela Arábia Saudita, no dia 9 de setembro. “O motivo está relacionado à EEB. Estão sendo realizadas reuniões, mas não há ainda previsão sobre a retirada das suspensões”, diz.

Os cinco frigoríficos não identificados estão localizados no estado de Minas Gerais, onde um dos casos foi confirmado. O segundo caso foi detectado em Mato Grosso.

Maior exportador de carne bovina do mundo, o Brasil já havia suspendido temporariamente seus embarques para o principal cliente, a China, após confirmar os casos atípicos da doença da vaca louca, em consonância com um protocolo de saúde assinado entre os dois países.

“Em relação à China, as importações de carne bovina pela China continuam suspensas. Também não há, ainda, previsão de retomada das vendas desse produto para aquele país”, afirma o Mapa, na mesma nota.

Duas associações que representam empresas de carne bovina, Abiec e Abrafrigo, ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

FONTE: Canal Rural

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil