Brazil

Brasil é 3º maior importador de máquinas italianas para embalagens

Compartilhe esta notícia

País é o destino de 2,2% das exportações.

Brasil é o 3º maior importador de máquinas italianas para embalagens nas Américas.
O país é responsável por 2,2% do mercado entre as nações americanas e, a fim de ampliar essa relação comercial, a ITA estará presente na FISPAL Tecnologia 2022
Com faturamento anual médio de 31 bilhões de euros e exportações de 21,7 bilhões de
euros, a Itália é uma das líderes mundiais na fabricação de bens de capital. O setor de
máquinas para embalagens representa 25,1% desse faturamento e 28% dessas
exportações. O Brasil é o destino de 2,2% de tais exportações, que somam cerca de 102
milhões de euros por ano.

Com o propósito de estreitar ainda mais esse essa relação comercial, a ITA (Italian Trade
Agency), agência italiana responsável pela promoção dos produtos e tecnologias italianas
no exterior, bem como na atração de investimentos para a Itália, estará presente na Fispal Tecnologia 2022, o principal evento das indústrias de alimentos e bebidas na América Latina, com 15 empresas de diversos segmentos para embalagens e afins.

Na importação deste tipo de maquinário, entre os países das Américas, o Brasil fica atrás
apenas dos EUA, que consome 13,1% das exportações italianas do setor, com um total de 669 milhões de euros, e do México, com 2,6% do total, o que representa 132 milhões de euros, segundo dados da UCIMA (Associação Italiana de Máquinas para Embalagens).

A União Europeia é responsável por 41% das exportações italianas nesse seguimento,
seguida por Asia (19,4%), América do Norte (14,4%), África e Oceania (8,6%), Países
Europeu fora da União Européia (8,4%) e América Latina (8,2%).

A Itália possui cerca de 635 empresas que fabricam maquinário para embalar, com
aplicação em diversos segmentos industriais, quais alimentos, bebidas, medicamentos e
cosméticos. Empregam, em média, 36 mil profissionais e exportam 78% de sua produção.

Com esse volume, domina 25,5% do comércio mundial de máquinas para embalagens, o
que coloca os italianos como referência nesse tipo de tecnologia.

Boa parte desses fabricantes estão concentrados na região de Emilia-Romagna, onde estão a capital Bologna e a cidade de Modena. Outras regiões muito importantes para o setor são a Lombardia, o Vêneto e o Piemonte.

Ferdinando Fiore, diretor-geral para o Brasil da ITA, explica que “as tecnologias
desenvolvidas pelas empresas italianas são inovadoras e ganharam destaque mundial
puxadas pela necessidade de criar embalagens e técnicas de embalagem que
acompanhassem os anseios de sua indústria de alimentos, fármacos, cosméticos e de
diversos outros setores nos quais os italianos também ocupam destaque no cenário
mundial. Por isso, a Itália é uma das principais fornecedoras de bens de capital e se
destaca na fabricação de máquinas da indústria intermediária”.

Para o Brasil, a Itália é o segundo principal exportador de máquinas para a indústria de
embalagens, representando em 2021 cerca de 28,1% das importações no segmento,
percentual inferior apenas ao registrado pela Alemanha (34,7%). Nos quatro primeiros
meses de 2022, entretanto, os italianos tomam a liderança, com quota de 24,6%, contra
20,0% dos alemães.

O diretor-geral da ITA acredita que “o Brasil possui potencial para aumentar sua
representação nas exportações de bens de capital italianos, sobretudo para as indústrias de embalagens para alimentos, bebidas, medicamentos e cosméticos. A presença na Fispal Tecnologia 2022 reforça nosso interesse em estreitar cada vez mais os laços comerciais italo-brasileiros”.

As 15 marcas italianas que estarão presentes na Fispal são referência na fabricação de máquinas de embalagens para diversos setores da indústria, com especial ênfase no setor de alimentos e bebidas, foco da feira brasileira.

Entre as tecnologias que serão apresentadas, figuram equipamentos para enchimento e
selagem, flow pack e encaixotamento, envase de alimentos, dosagem de matérias-primas, produção e embalagem de sucos, extratos e concentrados. Também presentes no Pavilhão Italiano fabricantes de máquinas e equipamentos para a indústria de alimentos, como sistemas de aspiração para a eficiência e higiene do ambiente de trabalho, linhas para a produção de pães e doces, equipamentos para congelamento, liofilização e secagem e linhas completas para a indústria de massas, entre outros.

Durante o evento, os visitantes do stand da ITA poderão conhecer as empresas: AROL Spa, Cavanna Packaging Group, Cepi Silos, Delfin Industrial Vacuums, FBR-ELPO S.p.A.,
GORRERI SRL, Imeta s.r.l., IMS TECHNOLOGIES, KEG SOLUTIONS, NTE Process, PIGO
srl, SARP Food Technologies, SENZANI BREVETTI spa, TT Italy S.p.A. e ZILLI & BELLINI
Srl.

FONTE: Monitor Mercantil

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil