fbpx

Em MT, exportações de carne bovina recuam em junho

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Embargo nos envios para a China é um dos motivos para a redução

As exportações mato-grossenses de carne bovina registraram queda de 1,2% em junho. O recuo, ante o mês de maio, está relacionado aos embargos para a China, causados pelo registro de um caso atípico de vaca louca no Estado. O fechamento do mês totalizou 31,69 mil toneladas de carne, menor que as 32,09 mil toneladas destinadas ao mercado internacional, aponta o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Com os entraves nas exportações para a China, os envios para este mercado totalizaram 7,76 mil toneladas, o que representa uma redução de 513,9 mil toneladas em relação ao mês anterior quando foram enviadas 8,28 mil toneladas da carcaça bovina.

No entanto, o Oriente Médio também reduziu a sua demanda de carne brasileira neste período, recuando em 6,63% o volume comprado. A Rússia diminuiu ainda mais o consumo, reduzindo 48,3% o volume comprado durante o mês de junho.

Por outro lado, quando se analisa o volume acumulado no primeiro período do ano, as exportações mato-grossenses aumentaram 43,2% em relação ao mesmo período de 2018, quando foram enviadas 129,18 mil toneladas da proteína. Em contrapartida neste ano, já foram embarcadas 185 mil toneladas de carne, informa o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

O faturamento, por sua vez, foi de US$ 538,31 milhões em 2019. Com a normalização do comércio internacional e o avanço da peste suína, o ritmo acelerado das exportações pode continuar nos próximos meses.

FONTE: O Livre


conheça os serviços para sua empresa atuar na importação e exportação

atendimento nacional

conheça nossos serviços
últimas notícias no Comércio Exterior

Contate-nos

3003 5339

13 3321 9321
65 4141 4540

WhatsApp

clique acima

Preencha seus dados abaixo