Evento reúne 27 adidos agrícolas para discutir a promoção do agro brasileiro no mundo

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A programação do 3º Encontro dos Adidos Agrícolas terá painéis e rodadas de negócios, organizados pelos Ministérios da Agricultura, das Relações Exteriores e pela Apex-Brasil.

O 3º Encontro dos Adidos Agrícolas Brasileiros, organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Ministério das Relações Exteriores (MRE), teve a abertura oficial nesta segunda-feira (18), em Brasília. Serão duas semanas de seminários, painéis e rodadas de negócios, com término previsto para o dia 29 de outubro.

No discurso de abertura, o Presidente da Apex-Brasil, Augusto Pestana, ressaltou a importância da união entre as três instituições organizadoras do evento e o setor privado para promover a agricultura e pecuária do Brasil no comércio exterior. Segundo Pestana, desde 2019, foi possível abrir 167 mercados internacionais ligados ao agro, uma marca colocada em prática graças a um trabalho de pesquisa em conjunto com ministérios.

“Estamos com um trabalho muito interessante de inteligência e há um envolvimento das adidâncias agrícolas, dos nossos postos. Vamos conseguir atingir o nosso grande objetivo. Não basta abrir o mercado, criar a ponte fundamental, mas que essa ponte seja realmente utilizada e isso só vai ser feito se soubermos trabalhar de uma forma muito coordenada”, disse o presidente da Apex-Brasil.

Pestana lembrou ainda dos programas da Agência que qualificam e promovem o agro mundo afora, como o PEIEX (Programa de Qualificação para Exportações) e o PAM-Agro (Programa de Acesso aos Mercados).

A ministra do MAPA, Tereza Cristina, afirmou que o Encontro dos Adidos Agrícolas é um momento importante para definição da diplomacia do agronegócio e dos serviços ambientais dos quais o Brasil contribui positivamente para o mundo. Para ela, o evento é um retrato da relação próxima e coordenada entre Itamaraty, Apex-Brasil e MAPA, que se complementam em prol da promoção do setor mais dinâmico da economia no país.   

“Os adidos agrícolas têm hoje o desafio de representar, nos quatro cantos do mundo, o agro brasileiro: moderno, sustentável e pujante. Essa tarefa, se bem executada, trará êxitos e significativos retornos econômicos e sociais para o nosso país”, explicou a ministra.

Ao todo, 27 adidos agrícolas participarão dos compromissos agendados para as próximas duas semanas. Eles representam os interesses brasileiros nas regiões de Bangkok, Buenos Aires, Cairo, Camberra, Bogotá, Hanói, Jacarta, Cidade do México, Lima, Londres, Moscou, Nova Dehli, Ottawa, Paris, Pequim (dois representantes), Pretória, Rabat, Riade, Roma, Seul, Singapura, Suiça, Tóquio e Washington. Outros dois adidos representam a Missão Permanente Junto à União Europeia.

Entre os assuntos dos painéis programados nesta semana, estão os temas sanitários e fitossanitários, de negociação comercial, promoção comercial, cooperação e investimentos e estratégias de posicionamento da agricultura brasileira.

FONTE: Apex-Brasil

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil