fbpx

Exportação de carne bovina do Brasil sobe 20% no ano até julho com impulso da China

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

As exportações de carne bovina do Brasil, maior exportador global, cresceram 20,1% de janeiro a julho ante o mesmo período do ano passado, para 982 mil toneladas, com as vendas sendo impulsionadas por uma maior demanda da China, informou nesta terça-feira a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), com base em números do governo.

No mesmo período, as receitas com as exportações somaram 3,73 bilhões de dólares, crescimento de 11,6%.

Segundo a Abiec, os volumes de vendas à China avançaram 10,9%, chegando a quase 175 mil toneladas nos primeiros sete meses de 2019.

“Os resultados são positivos e vão de encontro com as projeções de crescimento nas exportações brasileiras, feitas no início do ano”, disse o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli, em nota.

A China, atingida pela peste suína africana, está lidando com uma menor oferta de carne de porco, o que tem impulsionado a importação de mais cortes de várias proteínas.

A Abiec destacou que julho registrou o melhor desempenho mensal das exportações de carne bovina no ano.

Os embarques do mês passado fecharam em 155,65 mil toneladas, alta de 15,9% em relação ao resultado do mês de junho. Em receita, o aumento foi de 19,1%, somando 615,15 milhões de dólares.

FONTE: Extra

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil