fbpx

Exportação de carne suína nos 14 dias úteis de novembro à 99% da arrecadação total de novembro/19

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Apesar de praticamente alcançar o mês de novembro de 2019 em receita e volume embarcado, no comparativo com a semana anterior, houve recuo.

De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Camex) do Governo Federal, divulgadas nesta segunda-feira (23), as exportações de carne suína nos primeiros 14 dias de novembro já praticamente atingiram o total em receita e volume embarcado de todo o mês de novembro do ano passado. Entretanto, na terceira semana deste mês houve recuo nos resultados quando comparada à semana anterior.

De acordo com o sócio da Radar Investimentos, Douglas Coelho, a China deve estar diminuindo o ritmo das importações devido a questões logísticas, como a necessidade do país de testar a mercadoria para a detecção de Covid-19, e também para a data de chegada dos produtos, que deve ultrapassar a comemoração do Ano Novo chinês, em fevereiro. 

“Ainda temos uma perspectiva mais positiva para a carne suína, já que o mercado interno pode absorver parte da produção com as festas de final de ano”, explicou.

A receita obtida com as exportações de carne suína nos primeiros 14 dias úteis de novembro, US$ 138.036,162, representam 99,71% do total obtido em todo o mês de novembro de 2019. No caso do volume embarcado, as 55644,084 toneladas equivalem a 96,68% do total exportado em novembro do ano passado.

O faturamento por média diária foi de US$ 9.859,725, quantia 42,45% maior do que novembro do ano passado. Entretanto, houve desaceleração em relação à segunda semana de novembro, queda de 13,3%.

No caso das toneladas por média diária, na terceira semana de novembro foram 3.974,577, avanço de 38,12% no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Apesar disso, frente à segunda semana de novembro deste ano, houve uma diminuição de 13%.

Já o preço pago por tonelada, US$ 2.480,697 nos primeiros 14 dias úteis do mês, é 3,13% maior do que o praticado em novembro de 2019. Em comparação à semana anterior, o preço caiu 0,73%.

FONTE: Notícias Agrícolas

conheça os serviços para sua empresa atuar na importação e exportação

atendimento nacional

conheça nossos serviços
últimas notícias no Comércio Exterior

Contate-nos

3003 5339

13 3321 9321
65 4141 4540

WhatsApp

clique acima

Preencha seus dados abaixo