EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO DE MINAS FICAM ESTÁVEIS EM VALOR

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

As exportações de café cresceram, em faturamento, 31,3% no período, mas não impediram o impacto gerado no resultado pela queda da soja

As exportações do agronegócio de Minas Gerais somaram US$ 4,4 bilhões nos primeiros sete meses do ano, valor que ficou praticamente estável em relação ao mesmo período do ano anterior, com pequena variação negativa de 0,1%. Em relação ao volume, foi observada retração de 8,8%, com o embarque de 5,64 milhões de toneladas de produtos da agricultura e pecuária. No período, o café manteve os resultados positivos, porém, os embarques do grupo da soja recuaram. Os dados são da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais.

Segundo o levantamento, o café, principal produto da pauta exportadora do agronegócio estadual, apresentou alta de 31,3% no valor embarcado, encerrando os primeiros sete meses de 2019 com faturamento de US$ 1,99 bilhão. Em volume, o aumento foi de 60,2%, sendo destinadas ao mercado internacional 925,6 mil toneladas de café. O produto é responsável por 45,1% dos embarques do setor.

No período, a tonelada de café foi negociada a US$ 2.158, variação negativa de 18% frente ao valor de US$ 2.633 praticado em igual intervalo de 2018.

Soja desaponta

Outro importante produto, o complexo soja encerrou o intervalo com queda, o que contribuiu para a estagnação das exportações do setor, uma vez que a oleaginosa responde por 19,9% dos embarques do agronegócio estadual.

De acordo com os dados, as exportações do complexo soja retraíram 35,2% em valor, encerrando o período de janeiro a julho com movimentação de US$ 883,6 milhões, ante US$ 1,36 bilhão registrados em igual intervalo de 2018. Em volume, a queda chegou a 28,8%, com a venda ao exterior de 2,36 milhões de toneladas.

Somente nos embarques de soja em grãos o recuo foi de 43,5% no faturamento, que ficou em US$ 713,6 milhões. Ao todo, foram destinadas ao mercado externo 2 milhões de toneladas do produto, volume 35,5% inferior.

Já as exportações de farelo de soja cresceram 73,2% em receita, US$ 161,6 milhões, e 89,2% em volume, 324,7 mil toneladas. As exportações de óleo de soja subiram 19,5% em volume, com o embarque de 12,9 mil toneladas. O faturamento chegou a US$ 8,28 milhões, alta de 6,4%.

Carnes

Respondendo por 11,7% das exportações mineiras do agronegócio, o grupo das carnes encerrou o intervalo com avanço de 15,4% no valor gerado com os embarques, que alcançou US$ 516,7 milhões. O volume destinado ao mercado internacional ficou 3,8% menor e somou 152,7 mil toneladas. Dentre os produtos que compõem o grupo, destaque para a carne bovina, cujo embarque somou 91,3 mil toneladas, variação positiva de 23,9%. O faturamento chegou a US$ 372,3 milhões, 21,1% superior.

No período, os embarques de carne de frango cresceram 11,1% em faturamento, atingindo US$ 122,8 milhões. Já em volume, foi verificada redução de 29,8%, com o embarque de 50,5 mil toneladas. O aumento da receita ocorreu em função da valorização da tonelada.

Enquanto nos primeiros sete meses de 2018 a tonelada de frango era negociada a US$ 1.534, no mesmo período de 2019 foi comercializada a US$ 2.427, alta de 58,21%.

Já as exportações mineiras de carne suína retraíram. Em faturamento, a queda foi de 15,9%, com a receita de US$ 12,3 milhões, ante os US$ 14,6 milhões gerados no mesmo período do ano passado. Já em volume, a retração ficou em 1,2%, com o embarque de 7,5 mil toneladas entre janeiro e julho.

Em produtos florestais foi registrada queda de 5,6% no valor das exportações. De janeiro a julho, os embarques movimentaram US$ 438 milhões. Ao todo, foram exportadas 784,1 mil toneladas de produtos florestais, volume 11,3% maior.

Houve recuo também nas exportações do complexo sucroalcooleiro, que retraíram 14,4% em faturamento, encerrando os primeiros sete meses de 2019 em US$ 355,8 milhões. Em volume, a queda foi de 7,4% e 1,2 milhão de toneladas destinadas ao exterior.

FONTE: Reuters

consulte sua habilitação Radar / Siscomex

copie o link abaixo, abra uma nova aba do navegador e cole na barra de endereço

Todos os serviços para
Comércio Exterior

Fale com um de nossos especialistas

Telefone

+55 13 3321-9321 | +55 65 4141-4540

WhatsApp

+55 13 3321-9321

E-mail

Preencha o formulário ao lado