fbpx

Abics: exportação de café solúvel cresce 9,6% no primeiro semestre e alcança 98 países

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

As exportações de café solúvel apresentaram um crescimento de 9,6% no primeiro semestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado, saltando de um volume equivalente a 1.699.347 sacas de 60 kg para as atuais 1.861.793 sacas. Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics),

“O crescimento de 9,6% no primeiro semestre supera em quase o dobro os 5% projetados pelas indústrias para o ano de 2019. É um excelente resultado, que esperamos que se mantenha”, indica o diretor de Relações Institucionais da entidade, Aguinaldo Lima.

Em receita cambial, o desempenho fica um pouco aquém do registrado no primeiro semestre de 2018. As exportações de café solúvel renderam US$ 274,7 milhões de janeiro ao fim de junho deste ano, montante 3,8% menor que o registrado no primeiro semestre de 2018.

Destinos

As exportações do primeiro semestre tiveram 98 países como destino. Por continente, o principal comprador dos cafés solúveis do Brasil foi a Ásia, que importou 16.374 toneladas, gerando uma receita de US$ 104,246 milhões. Fechando o top 3, surgem América do Norte, que gastou US$ 66,547 milhões na aquisição de 9.160 toneladas, seguida pela União Europeia, com 6.883 toneladas e receita de US$ 38,784 milhões ao Brasil.

O diretor de Relações Institucionais da Abics ressalta que o desempenho acima da expectativa no primeiro semestre está alinhado aos objetivos do projeto setorial “Cafés Solúveis do Brasil – Explore & Enjoy”, que a Associação desenvolve em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

“O estabelecimento de uma imagem institucional do Café Solúvel do Brasil nos proporciona ferramentas para maior divulgação de nosso produto mundo afora, potencializando oportunidades para maior consolidação e ampliação de mercados na busca de alcançarmos nossos objetivos, que visam chegar a US$ 1 bilhão por ano em receita a partir de 2025”, comenta Lima.

A iniciativa adotada em parceria com a Apex-Brasil insere-se no Plano Estratégico do Café Solúvel do Brasil, lançado em 2016 pela Abics, que tem como meta alavancar o volume das exportações e o consumo interno brasileiro em 50% até 2025.

FONTE: Comex do Brasil

conheça os serviços para sua empresa atuar na importação e exportação

atendimento nacional

conheça nossos serviços
últimas notícias no Comércio Exterior

Contate-nos

3003 5339

13 3321 9321
65 4141 4540

WhatsApp

clique acima

Preencha seus dados abaixo