fbpx

Calçados brasileiros para crianças chinesas

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Depois de visitar a China por 22 anos consecutivos, o empresário Ricardo Gracia, sócio-diretor da Kidy Calçados, enxergou que o gigante asiático é um mercado atraente para se vender produtos, não apenas para comprar. “As famílias chinesas de alta renda preferem consumir produtos importados, e os calçados brasileiros são cobiçados por eles”, afirma. Isso explica sua decisão de criar, nesta semana, um joint venture com a rede chinesa de joalherias Hiersun, com o suporte da agência de promoção de investimentos do Estado de São Paulo, a InvestSP.

O plano da empresa, que prevê faturar R$ 140 milhões neste ano, é embarcar 240 mil pares ao longo dos próximos 12 meses, elevar para 480 mil pares no segundo ano de operação e estabilizar as exportações em 720 mil pares anuais a partir do terceiro ano da parceria. “Na China, nascem 18 milhões de crianças por ano, com tendência de aumento. No Brasil, esse público é de 34 milhões, e não vai crescer além disso.”

FONTE: Isto É Dinheiro

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil