Carne bovina: Exportação MT-China bate recorde

Compartilhe esta notícia

Embarques são puxados pelo surto de peste suína no país asiático

O surto de Peste Suína Africana (PSA) que assola o rebanho de suínos na China foi o principal responsável pelo recorde nos embarques de carne bovina registrado pelo Mato Grosso nos primeiros sete meses deste ano, segundo análise divulgada pelo boletim pecuário do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

De acordo com a entidade, o país asiático tem demandado produtos cárneos de outros países, a fim de abastecer seu mercado interno. Dessa maneira, “o complexo China, Hong Kong e Macau importou do Mato Grosso 57,39 mil toneladas equivalente-carcaça (TEC) no período de janeiro a julho de 2019, aumento de 8,54% no comparativo anual, e o maior volume para este período – esse setor representou uma participação de 26,12% sobre as exportações totais do Estado.

“Nota-se que o surto de PSA na China tem beneficiado não somente a suinocultura brasileira, mas também o mercado de carne bovina, mesmo que em menor intensidade”, avalia o Imea.

Além disso, o Mapa tem pleiteado com o Governo chinês um aumento no número de frigoríficos habilitados para exportação para aquele país, lembra o instituto. Caso isso se concretize e os frigoríficos mato-grossenses sejam aprovados, continua o Imea, as embarcações tendem a se fortalecerem ainda mais, principalmente neste momento de demanda externa aquecida.

FONTE: Portal DBO

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil

atendemos somente EMPRESAS