fbpx

Exportação de frango fecha 4ª semana de abril no vermelho, suíno tem resultado positivo

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

De acordo com dados preliminares sobre as exportações brasileiras até a quarta semana de abril, divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) nesta segunda-feira (27), os resultados mostram a carne de frango com desempenho negativo e a suína, positivo.

De acordo com a analista de mercado da Scot Consultoria, Juliana Pila, a situação não teve fortes alterações em relação aos dados da terceira semana do mês. 

“A diferença é pequena em volume de frango embarcado em relação a igual período do ano passado, acredito que o número de dias úteis menor em abril deste ano pode ter influenciado, mas acredito que até o final do mês estes números podem ser maiores. Com relação ao faturamento em dólares, apesar de estar menor este ano, a moeda americana valorizada ainda deixa o faturamento maior em reais frente ao ano passado”.

Os números mostram que em matéria de faturamento em mil dólares por média diária, a carne de frango teve queda de 10,08%, faturando por dia uma média de US$ 22.924,3 este mês contra US$ 25.493,4 no mesmo período do ano passado.

O preço em dólar por tonelada também caiu, 7,79%, quando comparados os US$ 1.478,9 desde mês com os US$ 1.603,9 em abril do ano passado. 

Em relação ao volume embarcado, a baixa foi menor, de 2,48%. A redução se refere às toneladas por média diária embarcadas; 15.500,7 em abril de 2020 contra 15.894,4 no mesmo mês em 2019. 

No caso da carne suína, os resultados foram todos positivos no fechamento da quarta semana de abril. O  faturamento em mil dólares por média diária foi 28,47% maior que em abril do ano passado, sendo US$ 7.041,7 faturados este mês contra US$ 5.481,1 em abril de 2019. 

Os embarques também foram maiores, uma média diária de 2.916,6 toneladas contra 2.549,6 em abril do ano passado, um incremento de 14,40%. 

O preço da carne suína por tonelada também aumentou, passando de US$ 2.149,8 em abril do ano passado para US$ 2.414,3 este ano, o que representa um aumento de 12,30%.

FONTE: Notícias Agrícolas

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil