EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO DE MINAS CAEM EM VALOR E VOLUME

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O preço do café exportado do Estado registrou uma queda de 14,59% em 2019.

As exportações do agronegócio de Minas Gerais, entre janeiro e outubro, retraíram 2,5% em valor e 4,7% em volume de produtos embarcados, frente a igual período do ano passado.

Com a queda, o faturamento gerado com os embarques somou US$ 6,38 bilhões. Nos dez primeiros meses de 2019, foram destinados ao mercado externo 8,5 milhões de toneladas de produtos agrícolas e pecuários.

A retração registrada nas exportações foi provocada pelos resultados negativos verificados nos embarques do complexo soja, produtos florestais e do setor sucroalcooleiro. Os dados são da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Conforme os números divulgados, as exportações do agronegócio responderam por 30,9% do faturamento gerado com os embarques totais feitos por Minas Gerais, que, no período, foi de US$ 20,6 bilhões.

No Estado, a queda no faturamento das exportações do agronegócio teve como influência principal o recuo dos embarques do complexo soja. O setor é o segundo maior exportador, respondendo por 18,8% das exportações do agronegócio e perdendo apenas para o café, que representa 44% do valor exportado.

Em receita, o complexo soja registrou retração de 32,3%, movimentando US$ 1,19 bilhão, ante US$ 1,77 bilhão registrado em igual período de 2018. Ao todo, foram embarcados 3,19 milhões de toneladas, queda de 25,9%.

A comercialização da soja em grão com o exterior foi responsável por um faturamento de US$ 975 milhões, variação negativa de 39,4%. A redução em volume ficou em 31,2%, com a exportação de 2,7 milhões de toneladas. Os embarques de farelo de soja cresceram 43,8% em volume (409 mil toneladas) e 38,4% em faturamento, US$ 209 milhões.

Queda também ocorreu nas exportações de produtos florestais. Os embarques movimentaram uma receita de US$ 580 milhões, retração de 12,2% se comparado com o faturamento gerado em igual período do ano anterior, quando a movimentação financeira chegou a US$ 661,1 milhões. Em volume, foi registrada alta de 15,2%, com a exportação de 1,14 milhão de toneladas de produtos florestais ao mercado internacional.

As exportações do setor sucroalcooleiro retraíram 11,8% em faturamento, encerrando os primeiros dez meses de 2019 em US$ 593,3 milhões. Em volume, a queda foi de 5,7%, com a exportação de 2 milhões de toneladas.

Café – Já os embarques do café, principal produto da pauta exportadora do agronegócio mineiro, respondendo por 44% das exportações do setor, apresentaram elevação de 17,1% no faturamento, que encerrou o período em US$ 2,8 bilhões. Em volume, a alta ficou em 37,1%. Ao todo, foram destinadas ao mercado internacional 1,3 milhão de toneladas de café.

No intervalo, foi verificada retração nos preços pagos pela tonelada do grão. Enquanto a média de preço praticada entre janeiro e outubro de 2018 foi de US$ 2.531,52 por tonelada, em igual intervalo do ano atual, o volume foi comercializado a US$ 2.162,08, valor 14,59% menor.

Carnes – No setor das carnes, foi registrada alta de 18,8% no faturamento, que somou US$ 815,1 milhões. Entre janeiro e outubro, os embarques de carnes movimentaram 232,6 mil toneladas, queda de 1,9%. O grupo é responsável por 12,8% das exportações do agronegócio de Minas.

Dentre os produtos que compõem o grupo das carnes, o destaque foi a exportação de carne bovina. O faturamento gerado com as negociações internacionais somou US$ 617,1 milhões, aumento de 27%. Em volume, houve uma elevação de 21,6%, alcançando 106,2 mil toneladas.

Alta também nas exportações de carne de frango, que subiram 4,4%, fazendo com que o faturamento encerrasse o período em US$ 165,7 milhões. Ao todo, foram destinados ao mercado externo 73,6 mil toneladas, volume 27,9% menor.

O faturamento das exportações de carne suína cresceu 3,9%, somando US$ 18,8 milhões. O volume aumentou 20,6% e encerrou os primeiros dez meses do ano em 11,5 mil toneladas.

FONTE: Diário do Comércio

consulte sua habilitação Radar / Siscomex

copie o link abaixo, abra uma nova aba do navegador e cole na barra de endereço

Todos os serviços para
Comércio Exterior

Fale com um de nossos especialistas

Telefone

+55 13 3321-9321 | +55 65 4141-4540

WhatsApp

+55 13 3321-9321

E-mail

Preencha o formulário ao lado