Governo publica editais de arrendamento de dois terminais do Porto de Santos

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leilão será realizado em 19 de novembro, por meio da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

O Ministério da Infraestrutura divulgou que editais de arrendamento de dois terminais do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, foram publicados nesta terça-feira (14), no Diário Oficial da União (DOU). O leilão será realizado em 19 de novembro, por meio da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

De acordo com o Ministério, juntos, os terminais STS08 e STS08A representam investimentos privados de R$ 938,9 milhões e a expectativa de geração de 16 mil postos de trabalho durante o período dos contratos.

Com aproximadamente 297.349 metros quadrados, o STS08A tem investimento previsto de R$ 678,3 milhões durante a duração do contrato. Outros R$ 1,3 bilhão serão usados pela empresa vencedora do certamente em gastos operacionais.

Já o terminal STS08, com 168.324 metros quadrados, deve receber R$ 260,6 milhões para melhoramento de infraestrutura. As áreas serão dedicadas à movimentação, armazenagem e distribuição de granéis líquidos e gasosos, especialmente combustíveis.

Empregos

Conforme informado pelo Ministério da Infraestrutura, juntos, os arrendamentos dos terminais deverão gerar 16.168 empregos, entre diretos, indiretos e efeitos renda ao longo dos contratos. A previsão é de 4.057 novos postos no primeiro terminal e 12.111 no segundo.

Atualmente, a área é operada pela Transpetro, subsidiária da Petrobras, responsável por parte do escoamento da produção das refinarias paulistas, assim como pela distribuição de parte do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) da região Sudeste. A capacidade atual para movimentação de graneis líquidos no Porto de Santos é deficitária e admite ampliação para atendimento ao crescimento da demanda.

FONTE: G1

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil