Importações de minério de ferro pela China em setembro sobem para máxima de 20 meses

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

As importações de minério de ferro pela China subiram pelo terceiro mês consecutivo em setembro, para máxima de 20 meses, segundo dados de alfândega divulgados nesta segunda-feira, impulsionados por uma demanda firme das siderúrgicas e embarques estáveis de grandes mineradoras.

A maior consumidora global de minério de ferro comprou 99,36 milhões de toneladas do mineral no mês passado, o maior volume desde janeiro de 2019, de acordo com cálculos da Reuters. Isso representou alta de 4,8% frente a agosto e também foi superior às 93,47 milhões de toneladas em mesmo período do ano anterior.

Nos primeiros nove meses do ano, os desembarques da matéria-prima utilizada na fabricação do aço totalizaram 784 milhões de toneladas, queda de 2,4% ante as 803,34 milhões de toneladas em mesmo período do ano anterior.

A demanda por minério nas siderúrgicas chineses tem sido firme apesar de alguns cortes de produção no mês passado, quando o país implementou medidas especiais anti-poluição industrial às vésperas das celebrações do 70° aniversário de fundação da República Popular da China, em 1° de outubro.

As taxas de utilização em siderúrgicas através da China ficaram em cerca de 68% nas primeiras três semanas de setembro, mas caíram para 57,6% na última semana, menor nível em registro desde agosto de 2012, segundo dados da consultoria Mysteel.

“Os cortes antes do feriado do Dia Nacional foram fortes, mas acontecem uma só vez”, disse a analista Zhao Yu, da Huatai Futures, antes da divulgação dos dados, destacando que a produção de aço está em níveis elevados neste ano.

O Ministério da Ecologia e do Meio Ambiente chinês disse em setembro que irá definir metas estritas para cidades poluentes no outono e no inverno desse ano, mas analistas não esperam um grande impacto sobre a produção de aço.

“As siderúrgicas se adaptaram ao ritmo e às medidas de contenção da produção nos últimos anos, então a influência real sobre a produção pode ser relativamente pequena”, afirmou Zhao.

FONTE: Reuters

consulte sua habilitação Radar / Siscomex

copie o link abaixo, abra uma nova aba do navegador e cole na barra de endereço

Todos os serviços para
Comércio Exterior

Fale com um de nossos especialistas

Telefone

+55 13 3321-9321 | +55 65 4141-4540

WhatsApp

+55 13 3321-9321

E-mail

Preencha o formulário ao lado