fbpx

Melhora na economia aquece o setor industrial de alimentos e embalagens

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Em 2018 a indústria de alimentos registrou aumento de 2,08% em faturamento e aponta crescimento sustentado de todas as áreas correlacionadas ao segmento, incluindo o de embalagens.

Com a previsão de implementação das reformas previdenciária e tributária, que resultem em maior estímulo ao empreendedorismo e à produtividade, a expectativa é de recuperação em todos os setores da economia. E otimismo é o sentimento que domina o setor industrial, incluindo o de alimentos e embalagens. Estima-se que a indústria de alimentos terá um desempenho positivo com aumento de produção, vendas ao mercado interno e exportações no ao de 2019, o que reflete diretamente no setor de embalagens.

Para 2019, a indústria brasileira de alimentos trabalha com a perspectiva de aumento de 2,5% a 3% da produção física (volume), de 3% a 4% das vendas reais e cerca de US$ 40 bilhões nas exportações. Como consequência da expectativa positiva, empregos (diretos e formais) podem crescer entre 2% e 3%.

Importância da embalagem para o setor de alimentos, vai muito além do transporte e exposição do produto. A embalagem tem papel decisivo para garantir segurança à cadeia produtiva, em se tratando de alimentos, as embalagens plásticas representam 38,85% do mercado.

A qualidade da embalagem é fator primordial para manter as características dos alimentos preservadas. A utilização de materiais regulamentados, e que seguem as normas do setor, evita perdas ou problemas com contaminação, durante o transporte ou armazenagem.

“A utilização de matérias-primas de primeira qualidade na produção das embalagens plásticas evita sérios problemas, como contaminação e alteração na coloração e sabor dos alimentos, por exemplo”, explica Rael Candido Leme, diretor da RR Embalagens.

Na Bono Gusto, indústria responsável pela fabricação do Dadinho, em Ribeirão Preto, há muito cuidado na escolha do fornecedor de embalagens. A marca nasceu em 1954 e sua embalagem foi pioneira por utilizar papel de cor prata metalizada.

De acordo com Anderson Siqueira, gerente de Marketing da empresa, já aconteceram problemas de embalagens com cores fora do padrão, que precisaram ser repostas. “A embalagem faz parte do produto, não é usada somente para acondicioná-lo, mas também para atrair o consumidor. Uma embalagem mal impressa pode afetar diretamente a venda do produto e colocar em risco a sua aceitação. O público está cada vez mais exigente e observa muito as informações, qualidade e inovações da embalagem”, ressalta.

Diante da importância da embalagem na exposição e acondicionamento adequado dos alimentos, tecnologia e segurança são as palavras de ordem na RR Embalagens , empresa localizada em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Com 25 anos de experiência no mercado a indústria atende clientes em todo o Brasil e possui um parque fabril 100% automatizado, instalado em uma área de 1300 m².

A empresa atende todas as normas de segurança exigidas pelo setor e capacita constantemente sua equipe com muita inovação e treinamentos. A RR Embalagens fabrica embalagens flexíveis lisas e personalizadas, em diversos materiais como Polietileno (PE), Polipropileno (PP), Polietileno de Baixa Densidade (PEBD), Polietileno de Alta Densidade (PEAD), Polietileno Linear de Baixa Densidade (PELBD), BOPP (Metalizado e PET) e Laminadas (PE, PP, BOPP, PET e Alumínio).

Curiosidade

Para cada R$ 1,00 produzido na indústria, são gerados R$ 2,40 na economia como um todo. Nos demais setores, o valor gerado é menor: R$ 1,66 na agricultura e R$ 1,49 no comércio e serviços.

FONTE: G1

conheça os serviços para sua empresa atuar na importação e exportação

atendimento nacional

conheça nossos serviços
últimas notícias no Comércio Exterior

Contate-nos

3003 5339

13 3321 9321
65 4141 4540

WhatsApp

clique acima

Preencha seus dados abaixo