fbpx

Rondônia e Bolívia consolidam acordos nas áreas de transporte, indústria, comércio e agronegócio

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Foi realizado entre os dias 25 e 27 de junho, na cidade de Trinidad, capital de Beni, a Mesa da Irmandade, um encontro binacional entre os governos de Rondônia e Beni, região da Bolívia. No encontro, vários acordos de desenvolvimento econômico foram consolidados em benefício da população de ambas as regiões na área de transporte, indústria, comércio e desenvolvimento do agronegócio.

A Mesa da Irmandade tratou sobre as problemáticas da fronteira que impedem o livre comércio entre os dois países. Para os interesses rondonienses, Anderson Augusto, coordenador de Comércio Exterior da Superintendência de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi) relatou sobre a grande produção de sal boliviano devido ao Salar de Yuni, um imenso deserto de sal localizado a aproximadamente 1000 quilômetros da fronteira de Rondônia.

“Hoje, todo o sal que abastece nosso Estado vem de Mossoró, no nordeste do País a mais de 4000 quilômetros. A abertura da fronteira é uma via para melhorar a competitividade e consequentemente o abastecimento local, beneficiando a população”, afirma Anderson.

Por outro lado, a Bolívia está disponibilizando para os produtores da região de Beni, cinco milhões de hectares para se tornar um Estado agropecuário. Esse objetivo aumenta a necessidade de calcário para a correção do solo, e Rondônia pode atender essa demanda com a estatal Companhia de Mineração de Rondônia (CMR).

Uma das iniciativas tratadas para melhorar o comércio entre os dois países é a abertura de um canal em Costa Marques, com posto da Polícia Federal, Receita Federal e de inspeção do Mapa, para que o fluxo de comércio possa aumentar. Rondônia se comprometeu a intermediar o diálogo com o Governo Federal para abreviar o trajeto comercial entre os dois países.

Rondônia tem cerca de 1300 quilômetros de fronteira com a Bolívia. Por esse motivo, desde 2013 se firmou uma declaração de irmandade entre Rondônia e Beni, região da Bolívia, para fortalecer a agenda comum entre as regiões, desde então, reuniões periódicas são realizadas entre os dois países.

Estiveram presentes na comissão que integrou a viagem José Jodan, vice-governador de Rondônia, Sérgio Gonçalves, superintendente da Sedi, Anderson Augusto, coordenador de comércio exterior e os deputados Lebrão, Neidson, Ismael Crispin, Chiquinho da Emater e Luizinho Goebel, além do secretário legislativo Hélder Risler.

FONTE: Governo de Rondônia

conheça os serviços para sua empresa atuar na importação e exportação

atendimento nacional

conheça nossos serviços
últimas notícias no Comércio Exterior

Contate-nos

3003 5339

13 3321 9321
65 4141 4540

WhatsApp

clique acima

Preencha seus dados abaixo