UNIÃO EUROPEIA REFORÇA POSIÇÃO COMO IMPORTADOR DE GRÃOS COM COMPRAS DE MILHO

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

A União Europeia reforçou sua posição recém-adquirida como importador líquido de grãos no final de dezembro, com um ritmo recorde de importação de milho, que continua a superar as exportações de trigo e cevada, mostraram dados oficiais nesta quinta-feira.

Em 30 de dezembro, os 28 países da UE haviam importado 14,8 milhões de toneladas de cereais desde o início da safra 2018/19, em julho, em comparação com as exportações de cereais de 13,6 milhões de toneladas, mostraram os dados da Comissão Europeia. Isso mostra uma diferença crescente entre importações e exportações depois que a UE se tornou importadora líquida em meados de dezembro pela primeira vez em mais de 10 anos.

A UE é um dos maiores exportadores de trigo do mundo e também um importante fornecedor de cevada, mas seu papel exportador foi refreado por uma safra atingida pela seca no ano passado e pela concorrência das enormes remessas russas de trigo até agora nesta temporada.

As importações de milho da UE até agora em 2018/19 foram de 11,3 milhões de toneladas. Isso representa um aumento de 48 por cento em relação aos 7,7 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado, quando a UE estabeleceu um recorde anual para as importações de milho.

Os fluxos de importação foram encorajados por uma colheita abundante na Ucrânia e os dados da UE mostraram que o milho ucraniano respondeu por 48 por cento das importações da UE nesta temporada, seguido por uma participação de 32 por cento do milho brasileiro.

FONTE: Ultimo Instante

últimas notícias no Comércio Exterior

solicitar atendimento

vamos conversar sobre Comércio Exterior ?

services for companies outside Brazil